Presidente da AASP Brasil participa de debate sobre Fundação Casa

Sitraemfa

A presidente da AASPTJ-SP e da AASP Brasil, Elisabete Borgianni, participou no dia 20 de junho, na Assembleia Legislativa de São Paulo, da mesa de debates “O Trabalho Psicossocial na Fundação CASA e suas Contradições”.

No evento, os assistentes sociais e psicólogos da Fundação Casa colocaram que, atualmente a situação destes profissionais está imersa a cobranças e pressão tanto feitas pela instituição como pelo Poder Judiciário de forma vertical e sem abertura para diálogo, os profissionais em pauta discutiram qual seria a melhor forma de buscar a interlocução com estes setores.

Debateu-se temas relacionados ao engessamento do trabalho Psicossocial na Fundação, sendo a autonomia e precarização do trabalho de assistentes sociais e psicólogos os mais urgentes.

Elisabete defendeu a importância do trabalho socioeducativo de qualidade em uma conjuntura de graves violações de direitos de crianças e adolescentes e de risco do rebaixamento da idade penal e/ou aumento do tempo de internação.

Sobre o(a) autor(a) Ana Carolina Rios

Jornalista pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), bacharel e licenciada em letras pela Universidade de São Paulo (USP). Assessora de Comunicação da AASPSI Brasil desde 2012.

Deixe um comentário