Frente Paulista em Defesa do Serviço Público define calendário de ações

PL 529/2020 continua no centro das discussões

No último dia 31 de agosto ocorreu mais uma reunião da Frente Paulista em Defesa do Serviço Público com o objetivo de discutir a mobilização contra o Projeto de Lei 529/2020.

A Frente é composta por mais de 60 entidades representativas de servidores públicos no estado, entre elas a AASPSI Brasil. Ultimamente tem centrado seus esforços neste Projeto de Lei, de autoria do governo Dória, que  prevê o aumento na contribuição do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual de São Paulo – IAMSPE, a extinção de 10 órgãos fundamentais para a sociedade e o confisco de R$1 bilhão da Ciência e Educação.

Uma das deliberações da reunião foi a de iniciar reuniões com as lideranças partidárias e com os parlamentares para pedir sua rejeição e explicar a importância de cada autarquia e fundação. A primeira reunião será nesta quarta dia 02/09, às 17h. As demais, dias 03 e 04/09.

Outras deliberações:

– 08/09, às 10h – Próxima Reunião da Frente –  Plataforma Zoom:  https://us02web.zoom.us/j/85393464704

– 09/09, a partir das 13h – Dia de Luta e pressão na entrada dos deputados, portão da garagem da Alesp com faixas, cartazes e som. Viabilizar transmissão ao vivo aos que não puderam comparecer;

– 09/09, das 14h às 16h – 3º Tuitaço – Usar as Hashtags #EmDefesaDosServiçosPúblicos #NãoAoPL529;

– 12/09, às 14h – Participar da plenária estadual organizada pelo Fórum dos Trabalhadores do Setor Público;

– 15/09 – Indicativo de Dia de Luta Estadual em Defesa dos Serviços Públicos e Contra o PL 529/20. Organizar carreata, buzinaço e tuitaço. Pendente reunião da Apeoesp dia 03/09, para confirmação da ação unificada;

– Assinar a Carta dos Cientistas Engajados destinada ao Governador Doria – https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfywTO9Isr2U3qMZYMH6LEQbmBOghWjWyYvLnnMQiHNNdVUPg/viewform?usp=sf_link

– Elaborar e distribuir amplamente um Carômetro com as redes sociais e contatos de todos os deputados para pressioná-los;

– Encaminhar Cartas em nome das Entidades que compõem a Frente ao Governador e aos Deputados;

– Pressionar e visitar os Deputados que são pré-candidatos a vereador e prefeito em suas bases eleitorais. As entidades que possuem sede nesses locais estão responsáveis por organizar as visitas;

– Pedir moções de apoio e falas nas Câmaras Municipais;

– Espalhar outdoors contra o PL 529/20 e colocar em locais de visibilidade;

 

 

Sobre o(a) autor(a) Ana Carolina Rios

Jornalista pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), bacharel e licenciada em letras pela Universidade de São Paulo (USP). Assessora de Comunicação da AASPSI Brasil desde 2012.

Deixe um comentário